BLOG

Deivson Vidal participa do encontro com o sábio e carismático Dom Walmor de Azevedo

Deivson Vidal participa do encontro com o sábio e carismático Dom Walmor de Azevedo

A Arquidiocese de Belo Horizonte, ofereceu no dia 15 de Agosto 2017, um jantar no Santuário Arquidiocesano de Adoração Perpétua Nossa Senhora da Boa Viagem em Belo Horizonte. Estavam presentes no evento o Arcebispo Dom Walmor de Azevedo e o Presidente da Toledo Mineração, Sr. Maurício Toledo.

A concepção do projeto inovador, moderno e deslumbrante da Catedral Cristo Rei, assinado pelo renovado e principal referência da Arquitetura brasileira, Oscar Niemeyer, foi pauta discutida e apresentada durante o evento. A Toledo Mineração e a Mitra Arquidiocesana de Belo Horizonte são grandes parceiros na realização deste projeto.

Para fornecimento dos materiais que irão viabilizar a execução do projeto, o representante da Toledo Mineração, Deivson Vidal, está coordenando um parceria sólida com o Pró-Reitor da PUC-MG Prof. Rômulo Albertini (MITRA) para levantamento das necessidades que atenderão as obras da Catedral. O material para a execução do projeto será fornecido pela Toledo Mineração.

 

 

Veja abaixo foto do evento:

7ZFHlEkAqJoaNFDsI1knv9iXwXUJxd7wUdHDwOxa


 

Sobre a Catedral Cristo Rei

Dois anos de reflexões comedidas e de ponderações. A conclusão de que um projeto assim só poderia ter lugar na Avenida Cristiano Machado, em frente à estação do Metrô Vilarinho, epicentro geográfico em se considerando o adensamento populacional de uma Arquidiocese de cinco milhões de habitantes. Ainda em tempo, antes dos grandes projetos que impulsionam rápidos avanços e desenvolvimentos no vetor norte da região metropolitana, aconteceu a aquisição de um importante terreno. O lugar fez vislumbrar um projeto pensado por um arrojado arquiteto. Oscar Niemeyer era o nome, na mesma cidade onde iniciou sua carreira e marcou a sua e a história da capital mineira com obras arquitetônicas de relevo. Um pedido lhe foi feito. Um prazo foi pedido para pensar. Mais tarde, uma resposta. Em novembro de 2005, o arcebispo viaja sozinho ao Rio de Janeiro e encontra-se com Niemeyer, quando solicita uma concepção arquitetônica da Catedral Cristo Rei. Envolvido nesse sonho, especialmente pela forte presença no urbanismo da capital mineira e pela genialidade, Niemeyer abraça com entusiasmo a missão. Ele revela a intenção de entregar o projeto em três meses, mas o trabalho o absorve e ele se dedica durante seis meses a criar as formas de uma catedral definitiva para Belo Horizonte.

Em maio de 2006, Oscar Niemeyer oferece uma magnífica e arrojada ideia para o projeto da Catedral. A ideia começa a ser compartilhada, discutida, desafiando a todos no engajamento desse projeto. Um projeto grande e importante exige tempo para avaliações e ponderações de segmentos internos na Igreja, clero, evangelizadores, e na sociedade pluralista seus construtores, governantes e formadores de opinião.

Em setembro de 2010, Dom Walmor reúne-se com Oscar Niemeyer, no Rio de Janeiro, para a assinatura do contrato referente aos projetos do Conjunto Arquitetônico da Catedral Cristo Rei.

Fonte: www.catedralcristoreibh.com.br/catedral


 

compartilhe essa notícia